Feriado em Cork

25 abr

No domingo de Páscoa eu acordei às 6 horas da manhã para encontrar minha amiga Marina. A gente decidiu ir até Cork, no sul da Irlanda, para conhecer a cidade, que nenhuma de nós duas tínhamos visitado ainda, e um lindo e bem famoso castelo chamado Blarney. 

Marina é metade Armênia metade Russa. Ela nasceu na Armênia mas se mudou para Moscou quando ainda era criança. E, na semana anterior à Páscoa, minha amiga estava preocupada com a situação de seu visto.

Marina trabalha em uma empresa de softwares mas tem um visto de estudante que estava para vencer. A empresa dela entrou com um pedido de visto de trabalho para Marina, mas o processo é demorado e talvez Marina tivesse que voltar para a Rússia e esperar o processo lá. Ela estava muito triste por ter que deixar Dublin.

Foi então que ela decidiu ira até o escritório da imigração Irlandesa e tentar uma extensão do seu visto de estudante. Deu certo! A imigração concedeu mais três meses de visto à Marina e esse passeio à Cork foi também uma comemoração por Marina não ter que ir embora!

A gente pegou um tour de uma empresa chamada Day Tours que saí bem cedo do centro de Dublin e volta no final do dia. Escolhemos o domingo pois vimos que na previsão do tempo seria um dia de sol. Não é sempre que faz sol na Irlanda né? Então é bom aproveitar. A escolha foi certeira. Fez um dia lindo!

Photo by Ana Paula Marques

Rock of Cashel em Tipperary, Irlanda

A primeira parada do passeio foi em Rock of Cashel, no condado de Tipperary. O Rock of Cashel é um rochedo onde foi construída uma catedral, uma torre redonda e um castelo. A construção mais antiga é a da torre (construída no século XII) e ela é a única que continua intacta, perfeitamente preservada. A catedral e o castelo foram parcialmente destruídos durante guerras que aconteceram no local. Como o rochedo fica bem no alto, à 28 metros de altura, se tem uma vista linda e estratégica de toda a região.

De Rock of Cashel seguimos para o Castelo de Blarney, no condado de Cork. (Só uma observação, os condados na Irlanda são como os Estados no Brasil).

Blarney Castle em Cork, Irlanda

Blarney Castle em Cork, Irlanda

O castelo de Blarney é bem famoso por sua Blarney Stone e também pelos belíssimos jardins e caminhos arborizados como o Poison Garden e o Bog Garden localizado na área do Rock CloseO primeiro é um jardim escondido atrás das muralhas do castleo. As plantas são tão tóxicas e venenosas que são mantidas em gaiolas de estruturas de ferro. Visitar esse jardim é por sua conta e risco! hahaha

Já a Rock Close é um “jardim” repleto de formações rochosas que se acredita remontar aos tempos pré-históricos. Dizem que você pode fazer um pedido e tocar nas pedras que o pedido se realiza. E o Bog Garden é uma área pantanosa do jardim onde há duas cachoeiras naturais. Bem bonito!

Mas o mais legal do castelo, na verdade, é a célebre pedra Blarney Stone. Segundo a lenda, quem beija a pedra ganha o  dom do gab (grande eloquência ou habilidade da bajulação… hahaha). Ou seja, tudo o que você disser depois de beijar a pedra será considerada uma verdade absoluta!   

Beijando a pedra da eloquência

Beijando a pedra da eloquência

 

A pedra foi colocada na torre do castelo em 1446 e, segundo os administradores do local, a pedra já foi beijada por milhões de pessoas, incluíndo estadistas mundiais. O jeito mais “seguro”, se é que existe um jeito seguro, e mais assustador de beijar a pedra é de cabeça para baixo! E por ser muuito assutador é que é divertido!

Hoje em dia há um funcionário do castelo para instruir e ajudar os visitantes a beijar a pedra, mas li na Wikipedia que houve uma época em que o beijo apresentava risco real para a vida e a integridade física dos beijoqueiros. Dizem que pessoas chegaram a ficar penduradas no vão e só se salvaram porque alguém as agarrou pelos tornozelos evitando a queda. Que medo!

Ainda assim, a aventura e a diversão valem muito a pena. O castelo atrai visitantes de todo o mundo para beijar a pedra e visitar seus líndissimos jardins.

Marina e eu tivemos um dia muito agradável  e tiramos mais de 200 fotos, no total.  Depois do castelo partimos para um almoço na cidade de Cork e pegamos o ônibus de volta para Dublin no fim da tarde.

Para você que está vindo visitar a Irlanda, recomendo que você dê uma descidinha até Cork. Não deixe de visitar o Castelo de Blarney e sua pedra maravilhosa!

 

Uma resposta to “Feriado em Cork”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tour pelos Cliffs of Moher e Burren National Park | Sabaticando em Dublin - agosto 3, 2016

    […] por pessoa (Eu já havia ido com essa mesma empresa para Cork e o Blarney Castle. Veja o post aqui!) e a experiência foi ótima. O guia (esqueci o nome dele) sabia muito sobre a história da […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: